domingo, 7 de outubro de 2007


PRECE

Deixa-me trilhar teus caminhos,
beber de teus sonhos
e projectos de vida.

Deixa-me dar-te a mão,
envolver tua alma
nesta nova caminhada.

Deixa-me mirar-te de frente,
olhar tua aura
de lágrima sofrida.

Deixa-me beijar tua pele,
sentir teu perfume,
de flor agreste ora renascida.

Deixa-me sonhar teu sonho,
contigo voar,
na noite escura de Lua clara.

Deixa-me acariciar teu corpo,
de pele morena,
Vestido de seda.

Deixa-me tomar tua alma,
um barco perdido
agora encontrado.

Deixa-me dizer o que penso,
escrever o que sinto,
no livro do tempo.

Deixa-me dar por inteiro,
à flor de Setembro,
que nasce do ventre da mulher que amo.

Deixa…


AB(27/03/07)

4 comentários:

Anónimo disse...

Lindo poema, que vem directamente do coração para a mão do poeta.
Nunca deixes de escrever e nos enriquecer com que te vem na alma amigo.

moonlover disse...

Amigo,

deixa-me dizer-te
que escreves muito bem!

obg pelo convite
vou voltar;)

um beijo
bety_boop64

lmrabbit disse...

Lindo, o teu poema.

Nos trilhos da minha vida tenho andado perdida…
Procuro quem me indique uma rota
E me acompanhe nesta jornada
Lado a lado… mão na mão… pele na pele…
Sabendo que serão trilhos difíceis de percorrer
Continuo a lutar por aqueles momentos
Mesmo que ténues mas repletos de felicidade
Bem haja quem se proponha traçar esses novos caminhos
Deixa-me
Deixa-me… encontrar-te

lmrabbit

Anónimo disse...

meu kido amigo adorei o teu poema e sabendo eu k foi feito de alma e coraçao e nao umas simples palavras k se poem pela boca fora tem um significado muito maior e só tenho agradecer por seres meu amigo e me teres convidado a espreitar o teu cantinho e já agora kero k saibas te adoro pelo HOMEM k és de um coraçao puro de uma simplicidade maravilhosae de uma cinceridade ginuina. Te AMO MUITO AMIGO Beijos

 
©2006-2007 'Blue 3 colunas' Por Claudya R.